Policial

Publicado em 25/05/2018

Sargento é condenado por sabotar paraquedas de sua esposa para ganhar dinheiro de seguro

Um sargento das Forças Armadas britânicas foi considerado culpado pela tentativa de assassinato de sua mulher por meio da sabotagem de um paraquedas.

Victoria Cilliers, de 41 anos, sobreviveu a uma queda de 1.220 metros em um campo no condado de Wiltshire, na Inglaterra, em 2015.

Segundo provas avaliadas por um tribunal de Winchester, Emile Cilliers estava repleto de dívidas e planejou matar Victoria para obter uma quantia de dinheiro associada ao seguro de vida dela – e, assim, começar uma nova vida ao lado da amante.

Ele também foi condenado por outra tentativa de homicídio, através de um vazamento de gás na casa da família.

O sargento, de 38 anos, negou as acusações.

Victoria, uma instrutora experiente de saltos com paraquedas, sofreu ferimentos quase fatais após seus equipamentos principal e reserva falharem.

O tribunal condenou Emile, também experiente no preparo de paraquedas, a partir de evidências de que ele adulterou os aparatos que sabia que seriam usados pela esposa.

Linhas do paraquedas principal estavam torcidas e partes essenciais do equipamento reserva estavam faltando.

Segundo provas apresentadas no tribunal, aparatos do tipo nunca haviam falhado desta maneira em outros lugares do mundo.

A sobrevivência de Victoria foi classificada como um “quase milagre”, em parte atribuído à maciez do solo em que ela caiu e ao seu leve peso corporal.

Poucos dias antes, o sargento havia causado um vazamento de gás em sua casa em Amesbury, Wiltshire, soltando uma válvula de gás instalada em um armário da cozinha.

Cilliers tem £ 22 mil (cerca de R$ 107 mil) em dívidas e, segundo estimativas, poderia receber £ 120 mil (R$ 585 mil) pelo seguro de vida com a eventual morte da esposa.

Ele contava com o dinheiro para pagar suas dívidas e começar uma nova vida com a amante, Stefanie Goller.

Fonte: BBC






Back to Top ↑