Policial

Publicado em 14/09/2017

Rivalidade causada por açaí gera briga entre donos e lojas e uma delas é incendiada

O empresário Leonardo Emanuel Mendonça Lacerda, diretor executivo do Ponto do Açaí, foi preso, na manhã desta terça-feira (12), por mandar incendiar a Casa do Pará. O crime aconteceu em janeiro deste ano.

Na época, a loja concorrente ficou completamente destruída. Os dois estabelecimentos que comercializam açaí ficam lado a lado na Galeria Riviera, localizada na avenida Conselheiro Aguiar, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Leonardo Lacerda já foi encaminhado ao Centro de Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. A reportagem do FolhaPE não conseguiu contato com o advogado de Leonardo. As primeiras investigações do caso foram feitas pelo delegado Carlos Couto e o inquérito policial foi concluído pela delegada Beatriz Leite, que conseguiu identificar os criminosos.

Segundo a investigadora, além do empresário, foram presos outros dois homens – que teriam sido responsáveis por atear fogo no estabelecimento. Um quarto envolvido no incêndio segue foragido. As prisões foram realizadas nas primeiras horas desta terça em bairros da Zona Norte do Recife. Ainda segundo a delegada, os executores já haviam confessado o crime.

Leonardo Emanuel Mendonça Lacerda, que, segundo a polícia, é o mandante do crime, é responsável por, pelo menos, seis unidades do Ponto do Açaí na Região Metropolitana do Recife, além de uma unidade em Maceió.

Fonte: Folha PE






Back to Top ↑