Política

Publicado em 12/11/2016

Morto é reeleito em eleições para tesoureiro da Califórnia

A eleição de 8 de novembro nos EUA não surpreendeu o mundo com a vitória de Donald Trump, que vai se tornar o 45º presidente do país. Uma surpresa também veio de Oceanside (Califórnia), cidade costeira com 170 mil moradores.

A cidade reelegeu como tesoureiro municipal Gary Ernst. Só que ele está morto.

Na verdade, Gary morreu, aos 61 anos, antes do pleito. Para ser mais preciso, em 23 de setembro. Só que autoridades eleitorais alegaram que não havia tempo hábil para retirar o nome do falecido candidato das cédulas eleitorais.

E os eleitores resolveram votar no cadáver. Gary ficou à frente da rival, Nadine Scott, por 6 pontos percentuais.

Durante a campanha, Nadine se esforçou para alertar os eleitores que Gary estava morto. Não adiantou. Ela não herdará o cargo automaticamente. A prefeitura terá que indicar um novo tesoureiro, de acordo com o “Huffington Post”.

Fonte: O Globo






Back to Top ↑