Sociedade

Publicado em 18/08/2014

Líder de grupo anti-gays é abandonado pela esposa por outra mulher

Eu gostaria de dizer que Jonathan Saenz é o nome de um hominídeo que viveu no paleolítico, mas infelizmente ele vive nos dias de hoje e é presidente da Texas Values, uma organização anti-gays. É sob o comando deste sujeito que essa associação vem combatendo e tentando impedir o casamento igualitário, além dele ter dito que a liberação do casamento gay iria fazer com que as pessoas casassem com enteados ou faria a sociedade adotar a poligamia.

Entre outras sandices ditas por este cidadão, estão apoio a terapia de conversão de gays e sugeriu que grupos LGBT queriam manter cristãos em campos de concentração. Digamos que raciocinar não é o forte do maluco.

Essa semana um detalhe interessante sobre a vida dele veio a tona: em 2012, antes dele assumir a presidência desse grupo, a sua esposa o deixou… Por outra mulher! Pelo visto a sua cruzada anti-gays é na verdade culpa do seu orgulho ferido e do ego maior que sua inteligência. Não aceitando o divórcio, decidiu se transformar nesse procarionte perseguidor de gays. Sua esposa, que se chama Corrine Morris Rodriguez Saenz pediu o divórcio em agosto de 2011 e até hoje encontra-se num relacionamento com Ercilia Paredes. Tanto ele quanto ela dividem a custódia dos três filhos, que tem todos menos de 10 anos.

Fonte






Back to Top ↑