Sociedade

Publicado em 20/12/2015

Igreja do monstro voador de macarrão com almôndegas ganha o direito de realizar casamentos

A Igreja do Monstro de Espaguete Voador recebeu autorização do governo da Nova Zelândia para realizar casamentos no país. A decisão foi publicada na “Gazette”, o Diário Oficial da nação da Oceania.

A controvertida igreja, também conhecida como Pastafarianismo, é um movimento social que promove uma visão mais leve da religião e se opõe ao ensino do criacionismo nas escolas públicas.

Os seus membros costumam aparecer com um escorredor de macarrão na cabeça em documentos oficiais.

A “seita” macarrônica nasceu nos EUA como uma resposta ao governo de George W. Bush, que proibia o ensino da teoria da evolução das espécies nas escolas públicas. Então, em 2005, Bobby Henderson criou o monstro de espaguete e almôndegas, que “dá origem à Terra e a todos os seus habitantes irracionais e racionais – incluindo os anões”.

No fim do ano, em vez de comemorar o Natal (dia sagrado cristão), Hanuká (dia sagrado judeu) ou Kwanzaa (dia sagrado afroamericano) , os pastafaranistas comemoram o Feriadão (holiday season) desejando a todos um “bom feriado” em vez de “Feliz Natal”. E, como o pastafarismo rejeita dogmas e formalidades, ele deve ser comemorado como as pessoas bem entenderem.

Fonte: O Globo






Back to Top ↑