Publicado em 24/08/2014

Homem processa médica que o diagnosticou com “homossexualidade crônica”

Um homem abertamente gay está processando uma médica que escreveu nos registros de sua consulta que o paciente foi diagnosticado “sofrendo” de “comportamento homossexual crônico”.

Matthew Moore, 46 anos, que mora em Los Angeles, nos Estados Unidos, ficou indignado quando descobriu que sua orientação sexual foi considerada uma “doença crônica” durante um check-up.

Moore processou a Dr. Elaine Jones depois que uma campanha de um ano para ter o diagnóstico removido de seus registros se mostrou infrutífera, mesmo depois de pressionar todos os órgãos competentes. “Foi dolorosa essa tentativa de um médico para impor sua agenda de discriminação e ódio a um paciente gay”, disse à NBC.

O ativista acrescentou que espera que a ação ajude a acabar com a discriminação sexual nos hospitais. “Eu não quero que nenhum gay, lésbica, transexual ou bissexual ouça de um médico que sua sexualidade normal e saudável é algo diferente disso.”

Fonte: Pop






Back to Top ↑