Sociedade

Publicado em 13/10/2015

Hipsters são confundidos com membros do Estado Islâmico e polícia é acionada

Um grupo de hipster barbados que fundou uma espécie de confraria, os Bearded Villains, acabou tendo problema com a polícia ao se reunir para um encontro nas ruínas de um castelo da Suécia.

“Ontem, tivemos um ensaio do Bearded Villains. No meio das fotos, dois policiais apareceram, dizendo terem recebido uma denúncia de que havia cerca de 30 terroristas com a bandeira do Estado Islâmico”, escreveu Andreas Fransson, integrante do grupo, no Facebook.

O grupo usa uma bandeira preta e branca, como o Estado Islâmico. As diferenças são claras, mas para quem passa rapidamente e se assusta com o que vê, a confusão é quase inevitável.

Tudo foi esclarecido e os barbados puderam continuar a confraternização. O grupo foi criado em 2014 para amantes do pelos faciais de todo o mundo.

Fonte: O Globo






Back to Top ↑