Saúde

Publicado em 31/01/2017

Erro de cálculo em estudo sobre cafeína quase leva estudantes à morte nos EUA

Um grupo de estudantes de Ciência do Esporte da Universidade de Northumbria, no Reino Unido decidiu fazer um experimento.

Dois voluntários deveriam ingerir 0,3 g de cafeína. No entanto, o estudo quase se transformou em tragédia quando um erro de cálculo na dosagem da substância levou os dois estudantes ao hospital.

A universidade foi multada em mais de US$ 500 mil por um tribunal. O incidente ocorreu em março de 2015, mas foi apenas revelado na semana passada.

Para calcular a dosagem, funcionários da universidade utilizaram a calculadora de um telefone celular, mas erraram ao digitar os decimais, o que fez Alex Rossetta e Luke Parkin ingerir 30 g de cafeína diluídos em suco de laranja – o equivalente a 300 xícaras de café.
Segundo o promotor encarregado do caso, Adam Ferrer, já foram reportados casos de morte por ingestão de 18 g de cafeína.
Os dois jovens sofreram violentos efeitos colaterais. Rossetta ficou internado seis dias, perdeu a memória de curto prazo e 12 kg. Parkin ficou dois dias na UTI e perdeu 10 kg. Ambos precisaram fazer tratamento de diálise, mas se recuperaram.

Fonte: G1






Back to Top ↑