Literatura

Publicado em 09/08/2013

Dostoiévski, morto há 131 anos, é processado na Rússia

Um dos maiores nomes da literatura mundial, Fiódor Dosteiévski deve ter se remexido durante o descanso eterno ao ser processado na Rússia, 131 anos depois de sua morte. O autor foi acusado de incentivar um réu a ofender um juiz durante julgamento.

De acordo com a agência de notícias estatal Ria Novasti, um morador do nordeste do país usou o termo “idiota” ao se referir a um oponente durante uma sessão. Ao ser processado por desrespeito ao tribunal, o homem falou que era tudo culpa da influência de Dostoiévski e sua obra “O Idiota”, de 1869, que estava lendo no momento.

Na Rússia, as autoridades são obrigadas a investigar todas as acusações judiciais, mesmo que sejam totalmente bizarras. Depois de nove messes, o processo foi arquivado neste ano porque o escritor está morto desde 1881.

Fonte: Pop






Back to Top ↑