Policial

Publicado em 11/04/2018

500kg de maconha desaparecem de delegacia e policiais dizem que “os ratos comeram”

A polícia de Buenos Aires está sendo obrigada a desvendar o mistério do desaparecimento de 540 quilos de maconha em tabletes.

A droga apreendida, que estava armazenada na Delegacia Judicial de Pilar, teria sido comida por ratos, explicação dada por policiais. Segundo a imprensa local, na terça-feira, o ministro da Segurança, Cristian Ritondo, decidiu intervir na Subdelegacia de Crime Organizado Pesquisa e Ilícito Pilar, responsável pela custódia de drogas maconha e investiga oito policiais.

Entre os punidos, estão quatro agentes que deram um argumento para explicar a sumiço: disseram que a maconha tinha sido comida por ratos.

Na investigação, especialistas da Universidade de Buenos Aires (UBA) foram ouvidos e disseram que os roedores não podem confundir a droga com alimentos.

Além disso, no caso de um grande grupo ter ingerido, eles teriam encontrado muitos corpos no local.

Fonte: Extra






Back to Top ↑